Colaboradores

Anabolizantes X Cérebro : existe relação?

Um atual estudo (Structural Brain Imaging of Long-Term Anabolic-Androgenic Steroid Users and Nonusing Weightlifters. Biol Psychiatry. 2016;. pii: S0006-3223(16)32529-X)  investigou a utilização crônica de esteroides anabolizantes e suas consequências na estrutura cerebral. Neste estudo foram selecionados 82 usuários de esteroides anabolizantes que utilizavam de forma acumulativa estas substâncias por mais de 1 ano (os pesquisadores não mencionaram a dose e o tipo de esteroides anabólicos). O outro grupo era formado por 68 sujeitos que não nunca utilizaram nenhum tipo de esteroides anabólicos. Todos os sujeitos eram praticantes de treinamento de força. Após avaliações do cérebro com ressonância magnética foi observado que os usuários de esteroides anabolizantes apresentavam significativa redução do córtex cerebral de 4.76% do córtex cerebral (camada mais externa do cérebro rico em neurônios), 4% da massa cinzenta (área responsável por interpretar os impulsos nervosos das regiões do corpo até o encéfalo, produzir impulsos e coordenar atividades musculares e reflexos),…

Anticoncepcional hormonal: conheça os prós e os contras

Se você usa anticoncepcional hormonal, provavelmente esta feliz com a conveniência de saber quando menstruar (ou ter o controle de não menstruar), pele livre de acnes e a segurança para anticoncepção que a pílula traz quando usada corretamente. Existem inúmeros benefícios para o uso da pílula e indicações clinicas para tal. Dentre os benefícios, podemos citar diminuição do volume do fluxo menstrual, controle da síndrome de ovário policísticos, controle de crescimento de miomas, menor risco para câncer de ovários e endométrio e síndrome de tensão pré menstrual mais branda. No entanto, existem também alguns efeitos colaterais sérios, que devem ser levados em consideração quando se inicia (ou mantém) o uso do método.  Alguns destes efeitos você já deve ter notado, mas não associou ao uso do medicamento. Vejamos: Aumento do risco de eventos trombóticos, principalmente em fumantes, sobretudo em fumantes com mais de 35 anos. Redução dos níveis fisiológicos de…

Musculação e Dor no ombro: o que fazer?

Musculação e síndrome do impacto no ombro. Para aqueles que já sentiram dor no ombro treinando (quem nunca?)! O principal “motor” para o movimento de abdução do ombro é a porção média do deltóide. A questão é que a articulação do ombro é um esferóide rasa, ou seja, a cabeça do úmero depende imensamente de fatores estabilizadores (como o manguito) para “rodar” em contato com a glenóide e fazer a abdução sem transladar superiormente. Outro detalhe importante é que o movimento de abdução é limitado até 90o e qualquer movimento de elevação lateral do ombro acima dessa angulação irá gerar um impacto de tendões e bursa contra o chamado “arco ou teto duro” do ombro (acrômio e clavícula). Assim, os movimentos como a Remada Alta e Elevação Lateral acima de 90o são importantes geradores de impacto, simulando muito um teste conhecido pelos Ortopedistas como Hawkins-Kennedy. Na contramão, um fator de proteção contra o…

Terra X Lombalgia

É possível usar o Levantamento Terra (deadlift) para tratamento da Lombalgia e quais pacientes se beneficiariam disso? Foi o que Berglund et al. tentaram responder em 2014, submetendo pacientes com Lombalgia Mecânica a 8 semanas de treinamento (12 sessões) de Levantamento Terra. Isso gerou dois artigos, o primeiro mostrando os resultados desse protocolo de treinamento e o segundo avaliando através de regressão logística, quais dos fatores prediziam melhor adesão e resultados com essa proposta. Dos 35 pacientes submetidos ao Terra, 33 completaram o protocolo, com apenas 1 abandonando por efeitos adversos. A adesão foi excelente (média de 11,6 sessões) e o programa de treinamento se dividiu em duas fases. Nas primeiras 4 semanas, os participantes executavam 2 sessões semanais de 3-5 séries com 10 repetições e na segunda metade do protocolo, 1 sessão semanal de 5-8 séries com 3-5 repetições, com progressão da intensidade em todo o período. Apenas 2 pacientes eram familiarizados com TF antes do…

Você conhece a Medicina do Estilo de Vida?

A Organização Mundial da Saúde define que a saúde não é apenas a ausência da doença, mas o completo bem estar fisico, mental e social. A partir dessa concepção, o quão saudável você considera que está? O quão saudável você considera que o nosso planeta está? Vivemos uma era de excessos e de escassez. Excesso de informações, excesso de distrações, excesso de ocupação, excesso de industrializados, excesso de descartáveis, de parabenos e todos os tipos de intoxicações. E escassez de autoconhecimento, escassez de envolvimento entre pessoas, de contato com a natureza, de relaxamento, de comida de verdade, natural e livre de substâncias químicas, de cura de verdade. E todos os excessos e escassez são prejudiciais à saúde. Esta talvez seja uma das maiores dificuldades no mundo moderno, seguir o “caminho do meio”, encontrar um equilíbrio. E a modificação de comportamentos não-saudáveis é fundamental para a prevenção de doenças e promoção da…

Navigate