amizade

2 Posts Back Home

Das lições que aprendi convivendo com gatos

Conviver com bichos é sempre um grande aprendizado e da minha convivência com o Juquinha (meu gato) eu tiro a conclusão de que é a relação com bicho mais próxima das nossas relações humanas, eles dizem tudo que querem, expressam suas vontades, seus sentimentos, brigam e fazem as pazes…  Das lições que aprendi convivendo com gatos, a maior delas sem dúvidas é sobre o AMOR. O amor é livre, não aprisiona, não domina, simplesmente respeita. O amor é livre e por isso suas manifestações não são na hora e no momento que queremos recebê-las, são espontâneas e acontecem por meio de reciprocidade, na hora e no momento que a outra pessoa sente vontade de manifestá-las. A melhor forma de receber carinho e amor é oferecendo carinho e amor! A segunda lição que aprendi é que para qualquer boa convivência devemos ter RESPEITO. Respeitar o momento que o outro quer ficar…

Quando a pessoa não convive com gatos…

Quando a pessoa não convive com gatos, ou pelo menos com um único gato (como é o meu caso), geralmente carrega orgulhosa aquele discurso de que não gosta de gatos porque são traiçoeiros, interesseiros, etc e tal. Em algum momento da vida eu adotei esse discurso preconceituoso, digo preconceito pois nunca havia convivido com gatos para ter formado esse “conceito” e por incrível que pareça a maioria das pessoas que também dizem nunca conviveram com gatos, no mínimo estranho né?! E todas as pessoas que conheço que convivem ou já conviveram com gatos, são loucamente apaixonadas por eles (não precisaria nem continuar o assunto depois disso, mas gosto de compartilhar minha experiência). Seres humanos são preconceituosos, dizem sobre o que conhecem e sobre o que não conhecem, julgam tudo e todos… poderíamos ser diferentes né?! Eu acho que são nesses pequenos detalhes da vida que evoluímos nosso ser, aprendemos com novas experiências…

Navigate