esportista

3 Posts Back Home

Calor, Hidratação e Exercício Físico

Muitas dúvidas surgem quando o assunto é: Calor, Hidratação e Exercício Físico e por isso abordaremos esse tema tão interessante e importante não só para a saúde e integridade física do praticante, mas também para a performance. As dúvidas mais frequentes foram reunidas e esclarecidas no texto abaixo: De modo geral, temperaturas elevadas interferem na prática de atividades físicas? Por quê? Sim, pois nosso corpo possui termorreceptores sensíveis à variação de temperatura, consequentemente, eles procuram manter nossa temperatura corporal entre 36ºC a 37ºC.  Temperaturas elevadas transferem calor do meio externo para o nosso corpo, desta forma, os termorreceptores enviam uma mensagem para os centros termorreguladores localizados no hipotálamo, para manterem a regulação da temperatura corporal (Br J Anaesth 2000; 84: 615-628). Este mecanismo de equilíbrio promove sudorese intensa na pele associada a grande quantidade de fluxo sanguíneo (condutor do calor) na região cutânea (a pele fica avermelhada). Assim, a sudorese intensa promove…

Exercício físico e Hipóxia

O termo hipóxia é definido como baixo fornecimento de oxigênio (O2) nos tecidos orgânicos relacionado a uma obstrução física do fluxo sanguíneo em qualquer nível da circulação corpórea. São caracterizados 4 tipos de estado de hipóxia: a) hipóxia hipêmica – relacionada ao estado anêmico do indíviduo; b) hipóxia histotóxica – relacionada a intoxicação por monóxido de carbono; c) hipóxia estagnante – relacionada a baixa concentração de vasos sanguíneos, consequentemente, menor oferta de oxigênio; d) hipóxia hipóxica – relacionada a altitude. Sendo este último tipo de hipóxia relacionado a melhora do desempenho físico. A fração inspirada de O2 (FiO2) é um parâmetro de ventilação mecânica frequentemente utilizada para avaliar a oferta de oxigênio. Valores normais são de aproximadamente FiO2 >21%, por outro lado valores menores são considerados estado de hipóxia, ou seja, baixa oferta de O2. O método de treinamento físico utilizando baixos níveis de O2 é chamado de HYPOXIA TRAINING.…

A importância do nutricionista para o praticante de atividade física.

O profissional nutricionista tem a função de orientar o esportista de modo a favorecer um melhor rendimento físico através da relação alimento-nutriente-trabalho muscular. O planejamento alimentar deve ser sempre individual, respeitando a atividade física, a frequência de treino, a recuperação, a hidratação, a composição de gordura e massa magra ativa. Assim, será possível analisar e orientar as quantidades adequadas de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e de micronutrientes (vitaminas e minerais). E com isso fazer, se necessário, suplementações nutricionais. Frequentemente será necessário a avaliação de exames bioquímicos afim de avaliar faltas e/ou excessos de minerais, vitaminas e a presença de metais pesados. É importante ter a consciência de escolher profissionais capacitados e ao mesmo tempo humanos, que escuta e avalia o esportista como único, entendo suas necessidades e objetivos. Prefira profissionais meticulosos e que de fato promova a sua saúde. Afinal a estética sempre será alvo, no entanto, a saúde…

Navigate